Alívio Instantâneo

O que mais me surpreende nos seres humanos é a capacidade imensurável de mentir. A capacidade de ludibriar o que está ao seu redor e reconstruir um bom retrato emoldurado com destroços dos outros. Cada mentira contada é uma corrente que se parte, um espelho que se quebra, mãos que se separam e braços que desunem. É o que devasta tudo ao redor como uma pequena chama incandescente em uma carreira de pólvora que destrói todo o espaço alcançável, é o desfalque da verdade e migalhas da razão. Mentir é um exercício, é um hábito, oxigênio daqueles que obstinam-se dia após dia a sobrevivência. É o decreto, o alívio instantâneo, o súbito contentamento por livrar-se da realidade. É a condenação pela mistificação dela.

Anúncios

O que achou? Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s