cansaço

cada vez mais tem ficado profundo aqui dentro

escuro e nefasto

infiel.

habitado por almas infelizes

cada abrir dos olhos, cada sorriso que escapa

é como uma faísca que tenta acender

no meio da escuridão

onde nada faz sentido

e todo passado me coloca pra dormir

em sua colcha com minhas memórias costuradas

uma a uma

com melancolia e sentimentos

para que eu adormeça

e sonhe estes sonhos febris

com demônios nas igrejas batendo nas portas das madrugadas

vendo a vida que eu tive,

perdida no meio da neblina

na viagem pelo tempo

no banco de trás.

observei tudo calada,

chorei, apertei meu corpo contra o assento

apertei meus lábios

e fechei o coração.

lembrei de tudo,

cerrei os olhos

e esqueci de quem eu era

por apenas dois minutos.

flutuei naquele espaço

e dormi.

Anúncios

O que achou? Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s