A cura do desatino

Do nada me bateu uma vontade de escrever algo aqui, só pra deixar gravado e para que saibam que eu ainda sou capaz de sentir. Na realidade, acho que estou escrevendo mesmo para depois me lembrar do que senti sem que seja algo vago e distante, mas algo que sempre que eu ler trará as mesmas sensações novamente.  Só queria dizer que estou bem, que toda a escuridão que me cercava se dissipou e todas as coisas que pareciam inertes e sombrias agora se apartaram de mim.

Como se um grito contido decidisse ecoar pelas ruas e atingir todos meus espaços vazios, este grito partiu de algum lugar distante e preencheu minha alma. Não se trata de pessoas ou objetos, algo real e concreto. Só acordei e me senti melhor, fui prolongando este efêmero sentimento que se debatia aqui dentro, porém não sabia a saída pra cantar por aí. Também não sei quanto tempo duram estas coisas, pode ser que durem uma semana, um dia ou dez anos. A descoberta da felicidade não cabe a mim e todos os outros que tentaram desvendá-la não chegaram a nenhum conceito concreto. Então, apenas digo que me sinto bem como na canção da Nina Simone.

Os seis meses passados foram como um turbilhão, como um bocado de vozes falando ao mesmo tempo e eu me perdi no meio da bagunça. Aos poucos tive que ir arrumando a bagunça da minha casa, colocando cada pessoa em seu devido lugar, jogando alguns velhos sentimentos ressequidos fora, tirando alguns da prateleira para enfeitar meu coração novamente e refazendo as minhas opiniões a cerca do que havia acontecido.

Pelo menos até então tudo passou, sinto-me em paz com minha consciência e feliz por ter me desprendido de certos costumes que ganhei no meio desta coisa toda. Agora só me resta esperar pra ver se tudo ainda vai continuar “calmo”, principalmente sem que eu precise surtar a cada dia que passa. Só peço desculpa por decepcionar algumas boas pessoas, falar coisas que não devia, mas que estavam presas na mente e agradecer a outras por terem ido pra longe. Agora só quero saber de quem é de verdade e está junto comigo, o resto é pura viagem. Enfim só tenho isto a dizer. Boa noite.